REDE LIVRARIA

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Os nomes de Deus

1. Conceito bíblico

Quem é, e que é Deus? A melhor definição é a que se encontra no Catecismo de Westminster: “Deus é Espírito, infinito, eterno e imutável em seu ser, sabedoria, poder, santidade, justiça, bondade e verdade”. A definição bíblica pode formular-se pelo estudo dos nomes de Deus. O “nome” de Deus, nas Escrituras, significa mais do que uma combinação de sons; representa seu caráter revelado. Deus revela-se a si mesmo fazendo-se conhecer e proclamado o seu nome. (Ex. 6.3; 33.19; 34.5, 6) Adorar a Deus é invocar o seu nome (Gn. 12.8); temê-lo (Dt. 28.58); louvá-lo (2Sm. 22.50); glorificá-lo (Sl. 86.9). É sacrilégio tomar seu nome em vão (Ex. 20.7), ou profaná-lo ou blasfemá-lo (Lv. 18.21; 24.16). Reverenciar a Deus é santificar ou bendizer seu nome (Mt. 6.9). O nome do Senhor defende o seu povo (Sl. 20.1), e por amor do seu nome não os abandonará (1Sm. 12.22).
Os seguintes nomes de Deus são os mais comuns que encontramos nas Escrituras:
(a) Elohim (traduzido “Deus”). Esta palavra emprega-se sempre que sejam descritos ou implícitos o poder criativo e a onipotência de Deus. Elohim é o Deus criador. A forma plural significa plenitude de poder e representa a trindade.
(b) Jeová (traduzido “Senhor” na versão Almeida) Elohim, o Deus Criador, não permanece alheio às suas criaturas. Observando Deus a necessidade entre os homens, desceu para ajudá-los e salvá-los, ao assumir esta relação, ele revela-se a si mesmo como Jeová, o Deus da aliança. O nome Jeová tem sua origem no verbo SER e inclui os três tempos desse verbo – passado, presente e futuro. O nome, portanto significa: Ele que era, que é e que há de ser, em outras palavras, o Eterno. Visto que Jeová é o Deus que revela a si mesmo ao homem, o nome significa: Eu me manifestei, me manifesto, e ainda me manifestarei.
O que Deus opera a favor de seu povo acha expressão nos seus nomes, e ao experimentar o povo a sua graça, desse povo então pode dizer-se: “conhecem o seu nome”. A relação entre Jeová e Israel resume-se no uso dos nomes encontrados nos concertos entre Jeová e seu povo. Aos que jazem em leitos de doença manifesta-se-lhes como JEOVÁ-RAFA, “o Senhor que cura” (Ex. 15.26). Os oprimidos pelo inimigo invocavam a JEOVÁ-NISSI, “o Senhor nossa bandeira” (Ex. 17.8-15). Os carregados de cuidados aprendem que ele é JEOVÁ-SHALOM, “o Senhor nossa paz” (Jz. 6.24). Os peregrinos na terra sentem a necessidade de JEOVÁ-RA’AH, “o Senhor meu pastor” (Sl. 23.1). Aqueles que se sentem sob condenação e necessitados de justificação, esperançosamente invocam a JEOVÁ-TSIDKENU, “o Senhor nossa justiça” (Jr. 23.6). Aqueles que se sentem desamparados aprendem que ele é JEOVÁ-JIREH, “o Senhor que provê” (Gn. 22.14). E quando o reino de Deus se houver concretizado na terra, será ele conhecido como JEOVÁ-SHAMMAH, “o Senhor está ali” (Ez. 48.35).
(c) El (Deus) é usado em certas combinações: EL-ELYON (Gn. 14.18-20), o “Deus altíssimo”, o Deus que é exaltado sobre tudo que se chama deus ou deuses. EL-SHADDAI, “o Deus que é suficiente para as necessidades do seu povo” (Ex. 6.3). EL-OLAM, “o eterno Deus” (Gn. 21.33).
(d) Adonai significa literalmente “Senhor” ou “Mestre” e dá a idéia de governo e domínio. (Ex. 23.17, Is. 10.16, 33) Por causa do que Deus é e do que tem feito, ele exige o serviço e a lealdade do seu povo. Este nome no Novo Testamento aplica-se ao Cristo glorificado.
(e) Pai emprega-se tanto no Antigo como Novo Testamento. Em significado mais amplo o nome descreve a Deus a fonte de todas as coisas e Criador do homem, de maneira que, no sentido criativo, todos podem considerar-se geração de Deus. (Atos 17.28) Todavia, esta relação não garante a salvação. Somente aqueles que foram vivificados e receberam a nova vida pelo seu Espírito são seus filhos no sentido íntimo da salvação. (Jo. 1.12, 13).

Fonte: Conhecendo as Doutrinas da Bíblia, Myer Pearlman, Editora Vida.

2 comentários:

Pastor Ricardo disse...

Graça, Paz e Alegria!

Agradecemos por sua visita em nosso blog. Realmente é bom ter a confirmação que o Senhor ouve nossas orações.

E gostei muito do seu blog. Escolhi este texto para comentar, porque no Compartilhando Na Web (www.compartilhandonaweb.com.br) já coloquei há algum tempo um texto sobre os nomes de Deus. Realmente podemos notar que os Seus nome nos mostram a abrangência de Sua atuação e Seu poder, diante do que o ser humano pode enteder, afinal o Senhor sempre vai além!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Sidney disse...

Amado Pastor Ricardo.
Fico grato a Deus pelo seu comentário, queremos fazer como você e como muitos continuar abençoando vidas e anunciar o evangelho "JESUS CRISTO É A VERDADE ABSOLUTA". Deixo para a sua meditação Js. 23.10
A paz do Senhor Jesus Cristo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...